Diferenciais da agricultura orgânica

Respeito ao ciclo das estações do ano e às características da região, com a colheita dos alimentos na época de maturação, sem processos artificiais.
O solo é tratado como um organismo vivo.
Proteção e diversificação da fauna e da flora.
Rotação e consorciação de culturas.
Uso de adubos orgânicos e reciclagem de materiais na propriedade.
Não se utiliza agrotóxicos, adubos químicos ou transgênicos.
Tratamentos naturais contra pragas e doenças.
Plantas invasoras manejadas sem herbicidas.
Acesso dos animais a piquetes abertos.
Alimentação orgânica e uso de práticas terapêuticas para os animais.

Fonte: IBD